sexta-feira, outubro 03, 2008

Da série: E assim caminha a humanidade

Hipocrisia. Ahhhhh a hipocrisia! Quanto a humanidade terá que caminhar antes de aprender a não julgar os outros por aquilo que também faz?
Uma coisa que realmente me irrita e me deixa possessa é isso. Pessoas que se sentem “ofendidas” ou “ultrajadas” por coisas feitas pelos outros, quando também o praticam. Mas claro sempre existe o ” dois pesos e duas medidas” , não é?
Porque estou falando sobre isso? Simples, tenho vivenciado a hipocrisia com certa freqüência no ambiente virtual que mais visito ultimamente: o flickr! Esse site criado para compartilhar fotos, idéias e criar amizades, tem apresentado um sério problema: cópias! Sim, roubar a foto de alguém e colocar como sua é um grande problema. E sobre esse assunto não há discussão e não é sobre isso a que me refiro. O caso é bem mais embaixo.
O flickr foi uma descoberta e uma ferramenta maravilhosa das artesãs para divulgar seus trabalhos e criações. Mas de certa forma proporcionou o aumento de “repetições” de trabalhos ali expostos. E ai é que está a grande questão. Algumas artesãs estão revindicando (é assim que se escreve?) o direito de criação de suas peças. Até ai tudo bem, mas e quando essa criação na verdade não passa de cópia, da cópia, da cópia? Ou como algumas gostam de chamar de “inspiração”? Antes do advento da internet e conseqüentemente sites como flickr, era fácil manter o sigilo da cópia. Mas depois dele praticamente ficou impossível. Tudo ficou tão rápido e explicito que uma revista na Nova Zelândia lança uma revista com idéias craft hoje e amanhã a mesma está exposta para todo o mundo ver!
Talvez, eu não esteja sendo clara o suficiente, ou talvez esteja me embaralhando ao tentar explicar minha idéia. E confesso que muito se deve a ira que me envolve toda vez que vejo alguém chamar outro de plagiador sem nenhum motivo real!
Vamos deixar mais claro as coisas: algumas “artesãs” ficam indignadas de ver suas “criações” copiadas por outras artesãs, quando na verdade, elas mesmo o fizeram no passado, através de fotos de revistas internacionais de pouco acesso!!! Por favor! Dêem um tempo! Vamos deixar de ser hipócritas? Minha filha tu criaste a TV, o carro, a internet? Não, né? Então não vem com essa! Faz é, e muito, tempo que a humanidade descobriu o fogo, ok? Então deixa de dizer que foi copiada e passa a pensar que isso é uma inspiração, sim! Assim como tu te inspiraste em alguém também!
Algumas podem argumentar que usam a “idéia” de outra pessoa, mas melhora colocando seu toque, seu estilo. Concordo plenamente. Mas a “idéia” não foi sua! Não presuma que outras pessoas não irão copiar o teu trabalho e também argumentar que alteraram algo! Elas o farão assim como tu o fizeste! Ah! Mas essas pessoas não mudaram nada? E daí? Qual é o problema? Assim é que o mundo funciona? Ou por acaso foi a Ford ou GM que inventaram o carro? E tu gostas de ter outras opções, não? Ou será que preferiria que só existisse um tipo de, um tipo de celular, um tipo de sabonete? Todos na verdade derivam de uma única criação que passou a ser copiada e depois, veja bem, depois, melhorada!
Plágio? Hum palavra forte essa, para ser usada assim tão sem critério e hipocritamente, não acha? Sim. Porque ela é conveniente para xingar o outro, mas jamais para dizer que tu fazes, não é mesmo?
Cuidado para não ser injusta! Cuidado para não atacar o telhado do vizinho, quando o seu próprio está exposto!
Eu, que navego há anos, na internet e que adoro ver de um tudo, esbarro vira e mexe com a tal “idéia” plagiada, mas que na verdade já existia muito antes da autora ter criado a mesma! Existem coisas, por exemplo, que são universais e que duvido que se ache a verdadeira dona da idéia, como frutas e legumes de tecido, móbiles de animais, panos de natal etc.
Então o porquê de tudo isso? Vamos assumir nossos pecadinhos e deixar que os outros cometam os seus! Sejamos honestos com os outros e com a gente mesmo! Não compactuemos para que essa falta de vergonha na cara prossiga! Não seja HIPÓCRITA!
Era wilson©,

© “era wilson” é marca registrada de... sabe-se lá de quem! :-P

ps: não confunda “alhos com bugalhos” sou contra cópias de textos, fotos, etc sem a devida identificação, ok?

2 comentários:

Clara Gomes disse...

a coisa dos direitos autorais vai ter que mudar, por conta da internet. mas cópia sempre vai existir, não tem jeito, né?
beijo pra ti - e obrigada pelo comment de aniversário lá no Bichinhos.
;)

Pil disse...

Oi Clara! Obrigada por vir aqui no meu "humilde" cantinho. hihihi.

Acho que vai ter que mudar sim. Acho que direitos devem ser respeitados, mas quando são realmente seus e não como vem acontecendo de todo mundo achar que "eu sou criador", né?

bjinhos