segunda-feira, agosto 25, 2008

A vida é tão rara!

PACIÊNCIA - LENINE


Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calmaAté quando o corpo pede um pouco mais de almaA vida não paraEnquanto o tempo acelera e pede pressaEu me recuso faço hora vou na valsaA vida é tão raraEnquanto todo mundo espera a cura do malE a loucura finge que isso tudo é normalEu finjo ter paciênciaO mundo vai girando cada vez mais velozA gente espera do mundo e o mundo espera de nósUm pouco mais de paciênciaSerá que é o tempo que lhe falta pra perceberSerá que temos esse tempo pra perderE quem quer saberA vida é tão rara (Tão rara)Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calmaMesmo quando o corpo pede um pouco mais de almaEu sei, a vida não para(a vida não para não)Será que é tempo que me falta pra perceberSerá que temos esse tempo pra perderE quem quer saberA vida é tão rara (tão rara)Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calmaAté quando o corpo pede um pouco mais de almaEu sei, a vida não para(a vida não para não...a vida não para)

Um comentário:

Bárbara disse...

Amo esta música... acho que todos deveriam ouví-la e vivenciá-la! :)